21 de Novembro de 2019 às 09:47

Após demissões em São Paulo, Santander impede acesso do sindicato

Desrespeito

Na segunda-feira, 18, o Santander demitiu diversos trabalhadores de concentrações e agências. As dispensas motivaram denúncia do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região. Já na manhã desta terça-feira, 19, o banco retaliou bloqueando os crachás de todos os dirigentes na Torre, Conexão, Vila Santander, Radar e Geração Digital.

Os dirigentes entraram em contato com o setor de relações sindicais do RH do banco, que se comprometeu a verificar o impedimento. Após duas horas, os dirigentes foram informados que a entrada seria permitida apenas mediante autorização prévia e controle do RH. 

“Essa prática fere o Acordo Coletivo de Trabalho, e é uma flagrante atitude antissindical que visa reprimir a organização dos trabalhadores e impedir que os bancários dialoguem com os seus representantes sobres assuntos do seu interesse”, protesta a dirigente sindical e bancária do Santander Lucimara Malaquias. “Lembrando que todos os dirigentes impedidos são funcionários do Santander e nada poderia justificar esse impedimento”, acrescenta a dirigente de São Paulo. 

Já que o Santander tem dificultado o acesso de dirigentes um dia apos as demissões, Lucimara orienta os trabalhadores a ficarem atentos e denunciarem ao Sindicato demissões ou casos de assédio moral e desrespeitos. 

O Sindicato enviou ofício ao RH do Santander cobrando a suspensão do bloqueio dos dirigentes às dependências do banco. 

“Do que o Santander tem medo? O que ele está escondendo?”, questiona a dirigente. “O banco prega tanto que é uma empresa honesta, que se preocupa com os trabalhadores e que dialoga com diversos agentes da sociedade, mas, na prática, exerce atitudes repressoras, inclusive impedindo o acesso de dirigentes sindicais nas suas dependências, o que fere recomendações da Organização Internacional do Trabalho que garantem a livre organização dos trabalhadores e o acesso dos seus representantes no seus locais de trabalho”, denuncia Lucimara. 

Fonte: SEEB/São Paulo

Convênios saiba +

Clube de campo saiba +

Jogos/ Resultadossaiba +

Parceiros